As estratégias psicológicas de precificação

A verdade que precisa ser entendida: os preços ideais não são apenas achismo; existe um estudo psicológico por trás de tudo isso e vamos explicar tudo para você aqui.


Existe um preço ideal a ser seguido?

Essa é a questão que você e todos os outros vendedores fazem ou já fizeram alguma vez em suas vidas. E a resposta tem de ser divida em algumas partes principais, mas já iremos adiantando: Sim! Existe um preço ideal.

Os preços terminados em 9.

Provavelmente a estratégia mais conhecida entre os vendedores é precificar seus produtos sempre com o final em 9, como por exemplo: R$39,99.

Mas por que fazemos isso? 

De acordo com um estudo feito, fazer isso é uma maneira fácil de iludir o comprador a acreditar que está pagando bem mais barato por um produto do que realmente está. Nosso cérebro quando exposto ao número como 39,99 faz a associação que esse valor é muito mais próximo de 30 do que de 40. Pode parecer besteira, mas você também faz isso sem ao menos perceber.

A estratégia do preço redondo.

Essa pode ser novidade para muitos vendedores, mas essa estratégia consiste em vender produtos com apego sentimental. Está se perguntando o que seria isso? É simples: uma bolsa, uma roupa; algo que faça o comprador querer aquele produto pelo sentimento, e não pela lógica (que seriam produtos como computadores, celulares, etc.).

Um estudo feito mostra que os compradores tendem a se apegarem sentimentalmente quando o preço é redondo (como por exemplo, R$50,00), e quando o preço é quebrado (R$49,99), os compradores tendem a comprar pela lógica.

A auto concorrência.

Uma tática até que conhecida porém pouco ou mal utilizada pelos vendedores do Mercado Livre, resume-se em você ser seu próprio concorrente.

Mas como faço isso?

Você vende um produto X por um valor de R$19,90 e quer aumentar as vendas deste; pra isso, você cria um outro anúncio em uma outra conta com exatamente o mesmo produto, porém com um valor bem mais elevado, por exemplo R$49,90. Isso vai fazer com que quem esteja procurando por esse produto se interesse ainda mais pelo seu que está bem mais barato e é exatamente a mesma coisa. 

Só não se esqueça de preencher tudo na ficha técnica para ambos os anúncios ganharem destaque! :)

Pacotes para vender produtos menos vendidos.

Tá com produtos no estoque que não vendem de jeito algum? É simples: faça um pacote com produtos que vendem e coloquem esses juntos.

Por exemplo, ao invés de vender apenas um celular, venda junto com uma película e uma capa. Mas uma sacada muito importante que muitos não utilizam: deixe o valor com números quebrados. 

Como fazer isso?

Sabe aquele anúncio que você juntaria tudo e colocaria um preço por exemplo de R$249,99? Então...não faça isso. Coloque números quebrados como exemplo R$253,86!

Mas... qual a diferença?

Essa é uma tática usada para passar ao cliente a falsa sensação que o valor é a soma total de todos os produtos, ou seja, um preço justo. Isso passa mais confiança e aumenta a chance dele finalizar a compra.

Vale lembrar que todas essas dicas são baseadas em estudos que comprovam a eficiência das técnicas citadas nessa matéria. Boa vendas, vendedores! :)




 

 


As estratégias psicológicas de precificação As estratégias psicológicas de precificação por Lucas Bustamante em 14:55 Avaliação: 5
Tecnologia do Blogger.